Transição Planetária

TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

 

A atual Transição Planetária corresponde à Linha Bond que dura aproximadamente de 1980 à 2020, quando o planeta Terra e sua humanidade estão sujeitos á grandes transformações. A Linha Bond é justamente a linha divisória entre a Era de Peixes (160 a.C. até 2000) para Era de Aquário (2000 até 2160).

Durante o decorrer da Era de Peixes o homem em evolução, deve desenvolver a característica do Amor pregado pelo Cristo, para então poder se candidatar ao desenvolvimento do Mentalismo, que caracteriza a Era de Aquário.

 

 

O ser humano, de maneira geral, encontra-se atônito com tudo que está ocorrendo á sua volta neste período de transição, pois ao mesmo tempo em que contempla grandes avanços tecnológicos proporcionado por mentes brilhantes, vê muitos dos seus semelhantes parecerem estarem regredindo, em decorrência dos seus comportamentos estarem mais de acordo com o primitivismo dos selvagens.

As forças telúricas do planeta também parecem estar inquietas: o número de terremotos aumentou consideravelmente, a ocorrência de furacões, tornados, inundações, chuvas torrenciais (pelos antes desconhecidos efeitos Niño e Niña), incêndios, também vêm aumentando ano a ano. As mudanças climáticas já é um fato inconteste, em que as quatro estações se resumiram à duas: inverno e verão, cada vez mais longos e rigorosos. Isto se deve principalmente ao derretimento, lento, mas contínuo, das calotas polares.

Se prestarmos atenção verificaremos que todas essas mudanças se intensificaram a partir da década de 1980, que foi a década também que um dos grandes flagelos da humanidade (que está muito longe de ser vencida), iniciou a sua popularização: a AIDS. Sabemos que o tráfico de drogas sempre existiu, mas antes eram vendidas em gramas e as grandes apreensões eram quilos, entretanto, hoje se apreende em toneladas! Na virada do milênio intensificou-se a fabricação e comercialização de novo objeto de vício, mais potente e rápido: as drogas sintéticas. Um dos efeitos colaterais da recente invasão do Afeganistão pelos americanos foi a quintuplicação da produção de ópio, e, conseqüentemente, da heroína.

Um aspecto que precisa ficar bem esclarecido é que citamos muito o Apocalipse de João Evangelista nesta obra, porém não observamos seu aspecto religioso, mas principalmente sob o ponto de vista histórico, em decorrência desse capítulo bíblico tratar exclusivamente da Transição Planetária. Da mesma forma, não tratamos das centúrias de Nostradamus como um todo, mas sim, exclusivamente da parte em que ele discorre sobre a atual Transição Planetária.

Segundo canalização do “Irmão do Himalaia”, foi a partir de 1982 que começaram a nascerem as chamadas “Crianças do Terceiro Milênio”. Estes seres bastante elevados, em sua maioria isentos de carma terrenos ou planetários, têm encarnado nestas últimas gerações com o propósito de auxiliarem no desenvolvimento espiritual da humanidade. Essas crianças apresentam um desenvolvimento espiritual, psicológico e intelectual, muito além do que seria considerado normal para a idade cronológica do corpo físico que possuem. Outra característica bastante importante dessas crianças é a forma natural e tranqüila com que reagem diante de cenas agressivas. Demonstram também gosto por longos períodos de solidão ou de meditação. Outras vezes falam coisas tão profundas, que se custa crer que saíram dos lábios de uma criança. É como se já tivessem conhecimento (e na realidade o têm) da razão e do porque de tudo que acontece em sua volta.

 

 

Foi à partir da Transição Planetária que o ser humano passou a ter maior consciência da ação dos extraterrestres junto ao planeta Terra. Assim, para maiores esclarecimentos, colocamos abaixo canalização efetuada em 1998.

 

 

“Guardiões da Terra”, são seres milenares que já atingiram um patamar de evolução de quinta dimensão. E que foram designados para a missão de patrulhar e monitorar os níveis nocivos de emissão de energia negativa para o Cosmo.

Na verdade a Terra não é nossa maior preocupação, mas sim o equilíbrio do Universo como um todo.

Vejamos o que pode acontecer com vosso corpo: se um dos órgãos não funciona corretamente, todo o organismo deixa de exercer suas funções com precisão, pois todos os sistemas e órgãos se interdependem energeticamente. O que acontece no vosso corpo, se repete em todos os níveis da matéria e também nos planos sutis, sucessivamente, chegando até ao nível Cósmico.

O Universo é um corpo de energia infinito, é o Todo. Tudo que faz parte desse Universo tem que funcionar equilibradamente, pois os bloqueios causariam uma desordem prejudicial á Harmonia Cósmica. O planeta Terra há muito tempo vem produzindo níveis de densidade energética perigosos, não só para os terráqueos, mas já chegando a se tornar uma ameaça para seus vizinhos interplanetários.

Esta densidade energética é fruto dos pensamentos, palavras e ações dos terráqueos. Tudo que o homem pensa, fala e faz, possui um padrão vibratório. Se for de nível positivo a energia é permeável à Luz; se for de nível negativo, a Luz é bloqueada ao bater neste nódulo, causando desequilíbrio no Todo.

Visando a defesa de todo o Mundo Extraterreno, a Inteligência Infinita criou o Exército ou Frota Intergaláctica, com a específica missão de patrulhar a aura terrestre, monitorando os níveis de emissão de energia negativa, a fim de impedi-los de se irradiarem pela Atmosfera Universal.

Para impedir que Terra cause prejuízo ao Cosmo, a Frota Intergaláctica distribui malhas magnéticas ao redor do planeta, com milhões de antenas de captação de qualquer anomalia na aura terrestre. Essas malhas e antenas emitem sinais que são enviados para uma Central no Espaço, comandada por Asthar Sheran. Ao receberem esses sinais de anomalia, imediatamente uma equipe é enviada á Terra, se necessário, até com a possibilidade de materialização, para realizarem a filtragem desses campos magnéticos negativos”.

Por tudo que aqui foi exposto, voltamos a afirmar que não estamos aqui para salvar a Terra ou o gênero homem. Nossa tarefa é auxiliar a preservar a Obra, a Criação Divina, da qual todos nós fazemos parte! O homem já teve todas as chances possíveis, a Bondade Infinita já deu todas as oportunidades para que o homem se regenerasse. Mas nada adiantou, nem o Mestre Jesus escapou da cegueira de seus corações.

Há esperança de salvação para os homens de bem e para o resto do Universo! E esta é razão de nossa presença.

Se cada um de vós quiser colaborar com nosso trabalho, não procure nos encontrar ou “ser abduzido milagrosamente”. Mas sim, procure olhar para dentro de si, ver a Luz do seu Eu Interior, purifique pensamentos, palavras e ações. Assim nossa missão será mais fácil e mais rápida.

“Obrigado aos nossos irmãos terráqueos.”
Irmão Argent

 

TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Normalmente quando tratamos de assunto tão controverso como são as Profecias, as pessoas se perguntam em primeiro lugar se a fonte é confiável e em segundo lugar que “informações privilegiadas” nós possuímos para dissertar sobre esse tema. Em parte isso procede, mas o que procuramos demonstrar é que a maioria das coisas preditas estão interligadas ao passado, em decorrência da inexorável Lei de Causa e Efeito.

 

 

O genial Einstein demonstrou que espaço e tempo são relativos, interdependentes, e não são coisas distintas, separadas, como antes se pensava. Isso está de acordo com a antiga tradição Védica de que tudo está registrado no Akasha. Ou seja, no Éter está registrado tanto o passado, como o presente e o futuro. Alguns indivíduos, muito raros, denominados profetas, possuem a capacidade de entrar em sintonia com esses registros.

Como o planeta Terra e a sua humanidade evoluem em espiral, ou seja, em círculos que vão se sobrepondo, é fácil de concluir que o que aconteceu no passado tende a ocorrer novamente. Por isso, dentro da primeira parte do livro Revelação, tratamos de algumas das grandes transformações geológicas do planeta e também da sua humanidade. Na segunda parte tratamos das Profecias propriamente ditas.

Para não nos perdermos em divagações, buscamos osprofetas que mais inspiram confiança em suas predições, os quais sempre descenderam dos israelitas, da tribo de Isaacar, que tinham o dom congênito de profetizar, graças ao sentido espiritual já desenvolvido anteriormente no planeta Capela: João Evangelista e Nostradamus (*).
Paralelamente á essas previsões centenárias, divulgaremos algumas canalizações atuais sobre a Terceira Grande Guerra, as conseqüências da proximidade do planeta intruso, os países que mais serão atingidos por inundações, transformações geológicas e outros.

(*) Michel de Nostradamus, judeu convertido, da família de Isaacar, médico renomado do século XVI, em uma de suas vidas anteriores foi um dos mais célebres profetas bíblicos: Isaías, também da tribo de Isaacar. Suas previsões, afora as do Apocalipse, são as que oferecem maior nível de acerto.

Até o ano de 1999, Nostradamus era o mais badalado dos profetas modernos, porém, bastou terminar o ano para as pessoas concluírem que aparentemente nenhumas de suas previsões sobre o final dos tempos se concretizaram. Não houve o “longo e tenebroso verão”, nem em julho nem em outubro daquele ano, não ocorreu a terceira guerra mundial, não apareceu o anticristo, não apareceu o planeta intruso que seria visto em pleno dia, não houve a invasão da Europa, não houve o grande terremoto“Big-One”, etc. Não ocorreram tantas coisas que muitos se perguntam: será que o “grande vidente” nos enganou ?

Muitas vezes as pessoas confundem o profeta quase infalível, com o homem e suas profissões. Como astrônomo, munido apenas de um astrolábio, Nostradamus previu com exatidão a ocorrência de eclipses com quase 500 anos de antecedência. Como astrólogo, entretanto, estava sujeito a erros de cálculo, que foi o que ocorreu. Na verdade, não serão as datas que ditarão a seqüência dos acontecimentos, pelo contrário, serão as seqüências dos acontecimentos que marcarão o nosso calendário terrestre. Muitas vezes as pessoas confundem o profeta quase infalível, com o homem e suas profissões. Como astrônomo, munido apenas de um astrolábio, Nostradamus previu com exatidão a ocorrência de eclipses com quase 500 anos de antecedência. Como astrólogo, entretanto, estava sujeito a erros de cálculo, que foi o que ocorreu. Na verdade, não serão as datas que ditarão a seqüência dos acontecimentos, pelo contrário, serão as seqüências dos acontecimentos que marcarão o nosso calendário terrestre.

Temos que separar no homem, também, a sua sensibilidade psíquica das profissões a que ele se dedica. Nostradamus se destacou no combate da peste negra no século XVI, salvou milhares de vidas, mas não conseguiu salvar sua família que pereceu no decorrer daquela epidemia. Isto o levou à uma profunda depressão e também atesta sua condição humana, de estar igualmente sujeito aos azares da vida. Era de família de cristãos novos, dedicou-se ao estudo da astronomia e astrologia. Foi amigo de reis e da nobreza em geral e conseguiu angariar grande quantidade de ouro. Porém, uma das coisas que mais causa admiração aos historiadores, foi Nostradamus ter conseguido escapar da Inquisição, pois preenchia todos os requisitos para acabar na fogueira: era muito rico, judeu convertido, astrólogo e vidente. Para que isso não ocorresse, precisou velar as suas previsões, mas tanto disfarçou que os seus versículos ficaram ininteligíveis, precisou então, pelo menos, indicar as datas dos acontecimentos e para isso valeu-se de suas qualidades de astrólogo.

Nostradamus efetuava suas previsões sentado em frente à uma bacia com água, quando visualizava os registros akashicos futuros e somente depois procurava completá-las através de cálculos astrológicos. As aparentes contradições encontradas em suas previsões são originárias de desacertos de seus cálculos astrológicos e também dos múltiplos enganos de seus interpretes. Acertou as datas aproximadas de vários acontecimentos históricos, mas não poderia ter acertado as datas dos acontecimentos da Transição Planetária, pois estava em desacordo com o maior de todos os Profetas: “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos do céu, mas unicamente meu Pai”.

Ghynne